Atuação

  • O Consórcio Público Rio Guandu por considerar as instituições colegiadas (bipartite e tripartite) formadas por poder público, sociedade civil e usuários de água ou empreendedores.

    O Consórcio Público Rio Guandu possui acento em Comitês e Conselhos no segmento Poder Público com o objetivo de fortalecer a discussão nesses espaços de decisão democrática, como também articular ações conjuntas.

    A articulação das ações envolvem articulação e promoção de programas e projetos, estabelece relações institucionais especialmente na área de meio ambiente, mas também naquelas afins como educação, saúde, agricultura, entre outras.

    A instituição prima pelos interesses dos entes consorciados e busca por apoio, parceria (técnica e financeira), bem como por patrocínios para o desenvolvimento das atividades.

    O relacionamento institucional com outras entidades públicas e privadas é uma excelente estratégia de fortalecimento das ações ambientais e integração das políticas públicas.

    A articulação de novas parcerias é um dos objetivos do Planejamento Estratégico do Consórcio seja por diálogos estabelecidos entre potenciais parceiros, em regiões estratégicas, por adesão de novos municípios, acordo entre novas instituições ou captação de recursos por meio de editais e chamamentos públicos.

    Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Guandu (CBH-Guandu): Ana Paula Alves Bissoli -Titular

    Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce (CBH-Doce): Ana Paula Alves Bissoli - Suolente

    Comitê da Bacia Hidrográfica do Itapemirim (CBH- Itapemirim): Sabrina Silva Zandonade - Suplente

    Conselho Estadual de Recursos Hídricos -CERH:  Sabrina Silva Zandonade - Titular, Sandriane Küster Nardi da Silva - Suplente

    Conselho de Meio Ambiente e Saneamento Básico - CONSEMA: Baixo Guandu: Ana Paula Alves Bissoli - Titular, Sabrina Silva Zandonade - Suplente

    Conselho de Meio Ambiente e Saneamento Básico - CONSEMA :Brejetuba:Sabrina Silva Zandonade - Titular, Ana Paula Alves Bissoli - Suplente

  • Devolver ao ambiente suas características naturais, adequar a propriedade rural, promover a restauração ecológica tem sido os motivos de atuação nesta área desde a criação do Consórcio, sempre com o foco de produção e manutenção da água no ambiente.

    Ressaltamos aqui os projetos elaborados e executados ou em execução pelo Consórcio, como Aguar, Cultivar e Projetos de Recuperação de Área Degradada (PRAD). Além de atuar como executor de programas e projetos governamentais como Extensão Ambiental, Reflorestar, elaboração do Cadastro Ambiental Rural (CAR) nos municípios consorciados.

    Nesta área temos grandes parcerias como o Governo do Estado do Espírito Santo por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, a The Nature Conservancy – TNC, o Instituto Terra, entre outros. Além apoiar iniciativas de organizações nos municípios consorciados na elaboração de projetos para captação de recursos, como também auxiliar na mobilização, gestão e execução de projetos como o P52 – Programa de recuperação de APPs e Nascentes do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Guandu (CBH Guandu). Articular metas de compensação ambiental com demandas de recuperação ambiental, ou seja, fazer a ponte entre o empreendedor e o produtor rural.

    Atualmente o Projeto Cultivar proposto e aprovado pelo Chamamento Público 001/2017 da Agência Nacional de Águas, no âmbito do Programa Produtor de Água que será executado por meio de Convênio com a Caixa Econômica Federal com recurso do Ministério do Meio Ambiente tem como objetivo desenvolver ações de conservação de água e solo em propriedades rurais dos municípios de Brejetuba, Baixo Guandu e Laranja da Terra, tem sido o novo desafio do Consórcio em executar restauração florestal com práticas mecânicas de solo (caixa seca, barraginha, terraceamento em nível e adequação de estradas rurais).

     

     

        

  • Área de atuação das atividades administrativas que envolvem a utilização dos recursos naturais, econômicas e sociais, a sustentabilidade, entre outras.

    Destacamos o instrumento de gestão ambiental, Licenciamento Ambiental Municipal, onde os municípios consorciados assumiram o licenciamento das atividades de impacto local com o apoio técnico do Consórcio.

    O apoio aos municípios na Gestão Integrada dos Resíduos Sólidos no que tange ao cumprimento dos Termos de Compromisso Ambiental assinado com o Ministério Público, auxílio no desenvolvimento dos Planos Municipais de Saneamento Básico, e nas ações atreladas as políticas públicas diversas como de Recursos Hídricos, Unidades de Conservação, Código Florestal, etc.

  • Preocupados com os problemas ambientais e considerando a Educação Ambiental um dos processos responsáveis pela formação dos indivíduos, buscamos proporcionar atividades de sensibilização do público formal (alunos) e não formal (comunidade em geral) através de atividades como palestras, apresentações teatrais, dias de campo, seminários, entre outros.

    Atendemos as demandas apresentadas de forma a contribuir com projetos da comunidade escolar e da sociedade civil organizada, como também buscamos participar das propostas de Educação Ambiental promovidas pelo governo de forma a fortalecer as políticas de Educação Ambiental no território de atuação.

  • Atribuímos a essa área as ações relacionadas a oportunidade de divulgar as ações e atuação do Consórcio no âmbito de sua área de abrangência. Utilizamo-nos dos meios de comunicação, principalmente veículos de massa, como internet, imprensa, televisão, rádios, entre outros.

    Utilizamos das oportunidades que a mídia espontânea oferece na produção de reportagens e matérias, dos veículos de comunicação que os entes consorciados e parceiros disponibilizam para divulgação e informação, e principalmente da internet.

    O Consórcio possui um Plano de Comunicação que direciona algumas iniciativas para fortalecer sua marca para o público interno e externo a sua área de atuação.